SER IGUAL NA UE

SER IGUAL NA UE

SER IGUAL NA UNIÃO EUROPEIA

KA1 - Mobilidade Individual para fins de Aprendizagem

Mobilidade de formandos e pessoal de formação profissional

 

Nome do Projeto: Ser Igual na União Europeia

Projeto: 2019-1-PT01-KA102-060206

Data: 2019 a 2021

 

O projeto “Ser Igual na UE” decorrerá entre setembro de 2019 e agosto de 2021, enquadrado no PEE, como uma das atividades estratégicas de operacionalização da internacionalização definida no PDE da Escola.

Com este projeto pretendemos envolver jovens em formação, jovens recém-graduados e staff, com a finalidade de aumentar o capital humano através do contacto com outras realidades sociais e profissionais europeias. Nomeadamente, melhorar o nível de competências e aptidões para o mercado de trabalho europeu; promover a aprendizagem de uma nova língua; aumentar a autoestima e o gosto pela aprendizagem ao longo da vida, promovendo a crítica, a reflexão e o empreendedorismo, fundamentais numa sociedade que está em constante mudança, evitando também o abandono escolar prematuro e promovendo a inclusão.

O projeto será desenvolvido em Barcelona, Espanha (ano letivo 19/20) e em Riga, Letónia (ano letivo 20/21).

Os participantes nas mobilidades são:

·         Recém-graduados, Erasmus + Pro (alunos que terminaram o cursos profissional no ECB) - 8 mobilidades durante 92 dias;

·         Reunião preparatória Erasmus + Pro (elementos da equipa de Erasmus + ECB) - 2 mobilidades durante 5 dias;

·         Formandos (alunos dos cursos profissionais que frequentam o 12º ano) - 30 mobilidades durante 32 dias;

·         Formandos abrangidos pelo decreto-lei 54/2018 (alunos que frequentam o 12º ano dos cursos profissionais) - 6 mobilidades durante 15 dias;

·         Staff - 10 mobilidades durante 7 dias.

Relativamente aos formandos e recém-graduados são alunos que frequentam os Cursos Profissionais de Vendas, de Mecatrónica, de Gestão Programação de Sistemas Informáticos de Multimédia, de Informática de Gestão e de Desporto.

O grupo participante staff será composto por 10 docentes com cargos de direção e coordenação pedagógica, docentes dos Cursos Profissionais, docentes da componente técnica e acompanhantes em FCT.

O projeto inclui atividades a realizar antes da mobilidade que englobam a preparação pedagógica, cultural, social e linguística, a efetuar pela entidade de envio. Durante a mobilidade incluem-se visitas culturais; visitas técnicas; estágio (formandos). Para o staff, além de visitas culturais, haverá visitas técnicas a escolas/centros de formação, visitas a empresas e workshops sobre metodologias e praticas pedagógicas inovadoras.

A disseminação terá o objetivo de partilhar, semear e divulgar os principais resultados - tangíveis e intangíveis - do projeto e sensibilizar outras entidades e pessoas para a importância destes e de outros projetos internacionais. Irá ser feita em vários momentos, em vários formatos e materiais, adaptados a diferentes públicos-alvo (alunos, país, professores, parceiros locais e meio envolvente). Através da disseminação dos resultados obtidos, o projeto contribuirá também para que os participantes e a comunidade envolvente se sintam parte integrante da comunidade europeia, que se quer cada vez mais coesa e unida.

A avaliação será realizada por todos os intervenientes, durante todo o processo. Será efetuada uma avaliação de reação, de aprendizagem e de impacto, com recurso a diferentes instrumentos. O ECB e as entidades parceiras farão uma avaliação através dos contactos que vão estabelecendo via email ou por telefone. No final, todos os participantes elaborarão um relatório descritivo do projeto. Assim, a concretização deste projeto possibilita a valorização de todos os participantes e da instituição através da acomodação e assimilação de novas competências e a capacidade de as potencializar e aplicar na prática futuramente. Espera-se aumentar as competências dos formandos preparando-os para uma melhor integração no mercado de trabalho europeu; contribuir para melhorar o know-how do nosso staff; aquisição e compreensão de novas metodologias e instrumentos de trabalho, de ensino e aprendizagem, bem como proporcionar o conhecimento do funcionamento de outras instituições/empresas, partilhando esta informação com os restantes professores e empresas locais. Estes resultados serão posteriormente disseminados em novos contextos de trabalho.

É também esperado, quer a nível local, regional e nacional, a valorização e reconhecimento do ECB como espaço privilegiado para o processo ensino-aprendizagem, onde a internacionalização surge como processo de oportunidade e inclusão, nomeadamente para os carenciados e desfavorecidos. A nível internacional, apresenta vantagens na cooperação e troca de boas práticas entre diferentes instituições, fomentando laços de intercâmbio que potenciem futuros projetos de mobilidade.

Pin It
free joomla templatesjoomla templates
2019  Externato Cooperativo da Benedita   globbers joomla template